Marketing eletrônico para atingir consumidores “Verdes”


Confira seis dicas do livro “Cliques conscientes: um guia de marketing eletrônico para pessoas, meio ambiente e lucro”, de Perry Goldschein

Tanto o marketing de produtos ecológicos como o marketing eletrônico têm se desenvolvido bastante nos últimos anos por um bom motivo. Ambos utilizaram megatendências não só com o objetivo de atingir resultados, mas também de apoiar uma causa por um bem maior. A popularidade desses dois tipos de marketing é evidente, não só no mundo dos negócios, mas também no meio acadêmico, político e entre as organizações sem fins lucrativos.

Alguns estudos recentes confirmam o que se tornou óbvio para muitos de nós que somos parte disso: o aumento do número de consumidores ecologicamente conscientes, também conhecidos como consumidores “verdes”. Um mercado consideravelmente grande e crescente de produtos e serviços sustentáveis e socialmente responsáveis está se desenvolvendo. Esses estudos mostram que os consumidores estão cada vez mais integrando valores ambientais, sociais e até mesmo espirituais às escolhas de compra e investimento, além de buscarem empresas que apoiam esses valores.

Beneficiando-se dessas tendências, empresas pequenas, como a Orange Glo e Green Mountain Coffee Roasters, e também as grandes, como a Toyota e a Starbucks, estão utilizando com sucesso o marketing eletrônico para atingir consumidores “verdes” conscientes. Porém, a maioria das empresas, com ou sem fins lucrativos, que atende esses consumidores ainda não sabe como utilizar a Internet como um canal efetivo para atingir seu público-alvo.

Abaixo estão seis dicas que podem ajudar a atingir esses consumidores pela Internet ou por e-mail:

 

1. Utilize os mecanismos de busca pagos de forma eficaz

Ao colocar anúncios em ferramentas de busca como o Google Adwords, é possível alcançar milhares ou até mesmo milhões de pessoas que estão procurando exatamente o que você tem a oferecer; além disso, você paga apenas quando alguém realmente clica no seu anúncio! É quase como anunciar na TV ou no rádio e pagar apenas pelas vendas que o anúncio irá gerar – algo que nenhuma emissora oferece.

Além disso, pesquisas mostram que consumidores “verdes” gostam de usar mecanismos de busca tanto quanto outros consumidores, ou até mais. Inclua isso em seu plano de marketing e invista algum tempo para aprender como adotar essa estratégia de forma eficiente, pois a recompensa é garantida. Para os iniciantes: gaste pelo menos algumas horas fazendo um “brainstorming” e salve em uma planilha todas as palavras-chave que você e sua equipe acreditam que os clientes poderiam usar para encontrar seu produto, antes de se conectar à interface de anúncios, na qual poderá copiar e colar.

 

2. Concentre suas ações de marketing na Web

Pesquise e encontre os mecanismos mais acessados (Websites e newsletters) nos quais anunciar. Há muitos portais “verdes” na Internet, para clientes B2C e B2B, isto é, aqueles que oferecem recursos e serviços para consumidores “verdes” e para empresas “verdes”, respectivamente. Muitos deles oferecem propaganda no Website ou em newsletters que geralmente atingem milhares (ou até milhões) de pessoas por uma fração do custo praticado por mídias off-line. O Care2 é um exemplo de portal B2C; o GreenBiz, um exemplo de B2B.

 

3. Organize e utilize uma boa lista de e-mails, mas não abuse

Mesmo com o spam, as estatísticas indicam que o e-mail ainda é bastante eficiente no processo de criação de relacionamentos, organização de eventos e até mesmo vendas, quando utilizado de forma correta. Felizmente, consumidores “verdes” gostam de manter um bom relacionamento com as pessoas das quais compram produtos.

Assim, invista recursos na construção de sua própria lista de e-mail, mesmo que você utilize outras. No entanto, só envie e-mails se o cliente permitir. Em outras palavras, nunca envie e-mails comerciais pesados (geralmente em troca de alguma informação ou algo de valor) para alguém que não os tenha solicitado ou não tenha concordado em recebê-los. Tente criar sua própria newsletter ou blog, procurando oferecer o melhor conteúdo possível, que agregue valor ao seu público-alvo, utilizando o mínimo de autopropaganda. Só então promova a newsletter com a mesma ênfase que você usaria para promover um produto ou serviço.

 

4. Produza sua landing page com um cuidado especial

Seja quais forem as táticas de marketing que você utilize, certifique-se de que a página exibida aos visitantes no seu Website – sua landing page (página de aterrissagem) – foi elaborada pensando nos clientes (e no produto). Seu produto deve ser fácil de ler e compreender; incentive a confiança no Website a partir de um link para a política de privacidade e com informações de contato na parte inferior da página; remova links de menu para diminuir elementos que distraiam a atenção; diga a seu cliente quem você é e por que sua empresa, produto ou serviço é benéfico para o meio ambiente, para a saúde ou para a sociedade.

 

5. Acompanhe seus esforços

Agora é mais fácil do que nunca controlar suas atividades. Os principais programas de divulgação em mecanismos de busca (Google, Overture) oferecem ferramentas de rastreamento gratuitas. Além disso, essas ferramentas também estão disponíveis em outros locais a custos baixos ou grátis. Confira o ConversionRuler, por exemplo, em caráter experimental. Ao acompanhar suas atividades de marketing, você sempre vai saber exatamente o que está funcionando, o que não deve mais ser utilizado ou o que deve continuar. Em longo prazo, isso irá representar uma economia muito grande.

 

6. Use os relacionamentos on-line de forma eficaz

Você vai descobrir que muitos dos Websites de divulgação nos quais vai querer anunciar seu produto (dica 2) são empresas com as quais vale a pena desenvolver um relacionamento, também por questões de eficiência. Descubra com quem você deve entrar em contato nesses Websites para tratar de um evento relacionado à sua empresa, produto ou serviço que mereça ser publicado.

Faça uma lista desses contatos e envie a eles press-releases bem escritos (apenas quando algum evento digno de divulgação ocorrer de fato, isto é, um evento que lhe traga vantagens de alguma forma). Não se esqueça de, após o envio do release, ligar para esses contatos e oferecer assistência – um artigo, uma entrevista – ou algo que facilite o trabalho deles. Você também pode experimentar serviços de distribuição para o press release com foco em consumidores e empresas “verdes”, como eWire ou CSRwire.

 

Para determinar o que é melhor para sua empresa na utilização da Internet e do marketing eletrônico, é importante desenvolver um projeto por escrito. Ele não precisa ser muito longo, mas deve incluir ao menos os passos necessários para a aplicação bem sucedida de sua estratégia. Uma das maiores vantagens do marketing eletrônico é a possibilidade de testar abordagens e obter melhorias rapidamente, quase sempre em tempo real. Assim, considerando as táticas mencionadas, inclua em seu projeto mais ferramentas do que pretende utilizar a longo prazo. À medida que testá-las, você poderá eliminar aquelas que não atendem às suas necessidades e continuar com as mais eficazes.

Se você experimentar essas ferramentas e outras mencionadas aqui em seu plano de marketing, fazendo uso das práticas mais produtivas, é provável que encontre no mínimo uma ou duas que forneçam um retorno excelente e que ajudem na superação dos maiores desafios de sua empresa.

Trecho do livro “Conscious Clicks: A Guide to eMarketing for People, Planet & Profit” (“Cliques conscientes: um guia de marketing eletrônico para pessoas, meio ambiente e lucro”, não lançado no Brasil), de Perry Goldschein.

Perry Goldschein (Bacharel em Direito, é diretor da SRB Marketing, Inc., empresa de consultoria em marketing eletrônico. Seu trabalho foi aclamado no Utne.com, no Publishers Weekly, e por Sherry Ruth Anderson (co-autor de “The Cultural Creatives”), entre outros.)

Fonte: Agenda Sustentável (www.agendasustentavel.com.br)
13/10/2010

 

Sobre Gustavo Lima

- Marketing pela Faculdade Integrada do Ceará; - Especialista em Comércio Eletrônico - Gestão de E-commerce (Internet Innovantion) - Marketing Digital pela Internet Innovation; - Professor das disciplinas Gestão Aplicada e Ética - WebExpert de Google AdWords - Twitter: @gustavolimamkt

Publicado em outubro 14, 2010, em e-commerce, e-marketing. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: