Como está a reputação digital da sua empresa?


É cada vez maior o número de empresas que enxergam a importância das redes sociais em suas estratégias de comunicação. A presença online em canais como Twitter, Facebook e Orkut é considerada atualmente a vitrine da organização junto ao consumidor final. A maioria delas, no entanto, ainda esquece que desenvolver um elaborado plano de ação digital não envolve apenas a alimentação dos canais com notícias institucionais e de mercado. É preciso haver uma estratégia global quando o assunto é a exposição nas redes sociais.

Um ponto muito importante para que o trabalho na web seja bem sucedido depende, por exemplo, do correto monitoramento da marca nas redes sociais. Ou seja, saber o que os clientes, funcionários e até mesmo concorrentes têm falado sobre a empresa no Twitter pode ser fundamental, isso porque a crítica na web ganha força e impacta diretamente as vendas.

Esse pensamento deve ser levado em consideração por todo empresário, sobretudo porque o Brasil é um dos países que mais faz uso das redes sociais. Segundo pesquisa realizada pela consultoria Nielsen, 86% dos brasileiros conectados à internet estão presentes nas redes sociais. Esse número tão expressivo demonstra que um verdadeiro exército de consumidores está presente no Orkut, Facebook, Twitter etc.

Mesmo com um cenário amplamente favorável para conquistar novos clientes, estudos recentes mostram que mais de 50% das empresas dão início às estratégias online sem planejamento, como revelou uma pesquisa conjunta divulgada pela Digital Brand Expressions (DBE) e R2integrated (R2i). No que diz respeito ao monitoramento, um levantamento da Associação Comercial de São Paulo mostrou que 50% das empresas ouvidas procuram saber o que é dito sobre elas nas redes, mas de forma caseira, sem muito afinco. Tanto que quase 70% dessas admitem não responder aos comentários feitos sobre elas nas redes.

Além disso, ter a preocupação em manter uma boa imagem nas mídias sociais é muito importante, já que é a web a principal fonte de pesquisa na qual os consumidores recorrem antes de fazer uma compra. Essa facilidade de expor opiniões nas redes sociais faz do consumidor um propagandista em potencial, capaz de impactar tendências, estimular críticas de forma a influenciar positiva ou negativamente a venda de um produto ou serviço.

Diante dessa realidade, é essencial que o empresário esteja aberto a este tipo de relacionamento digital, criando oportunidades de resolver problemas internos ou corrigir a tempo uma informação maliciosa com o objetivo de preservar a imagem e reputação da companhia. Assim, é possível que a boa imagem da empresa no ambiente online esteja assegurada.

Luiz Alberto Ferla (CEO da Talk Interactive, empresa especializada em relacionamento digital. É engenheiro pós-graduado em planejamento estratégico)

HSM Online
13/07/2010

Sobre Gustavo Lima

- Marketing pela Faculdade Integrada do Ceará; - Especialista em Comércio Eletrônico - Gestão de E-commerce (Internet Innovantion) - Marketing Digital pela Internet Innovation; - Professor das disciplinas Gestão Aplicada e Ética - WebExpert de Google AdWords - Twitter: @gustavolimamkt

Publicado em agosto 18, 2010, em e-commerce, e-marketing, E-mkt Brasil - marketing - webcommerce - marketing digital - comércio eletrônico tudo que você precisa saber sobre comércio eletrônico - marketing digital - brasil e china no comércio eletrônic. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: