Icann aprova .xxx para sites eróticos


SÃO PAULO – A diretoria da Icann (Internet Corporation for Assigned Names and Numbers) aprovou nesta sexta-feira (25/6), que os sites pornográficos terão extensão própria, o “.xxx”.
A proposta, feita pela ICM Registry, se baseou em domínios específicos de outros segmentos, como a da indústria aeronáutica (.aero) e de movimentos de cooperativa (.coop).
“A decisão deverá trazer benefícios. É um reconhecimento a nossos esforços de seis anos para criar um endereço web específico para o entretenimento adulto online”, declarou o presidente da ICM Registry, Stuart Lawley.
Segundo dados do grupo de estudos Internet Pornography Statistics, mais de 3 mil dólares são gastos com pornografia na Internet a cada segundo, e a palavra “sex” (sexo em inglês) é o termos mais buscado no mundo, representando 25 por cento de todas as buscas na web.
Estima-se que existam cerca de 370 milhões de sites pornográficos na Internet, o que significa que “.xxx” pode se tornar o sufixo mais usado do mundo, talvez até superando o “.com”.
Alguns membros da indústria pornográfica, no entanto, são contrários à utilização do formato, alegando que o sufixo facilitaria a censura e poderia prejudicar os negócios. A direita religiosa norte-americana também é contra a criação do sufixo por razões

SÃO PAULO – A diretoria da Icann (Internet Corporation for Assigned Names and Numbers) aprovou nesta sexta-feira (25/6), que os sites pornográficos terão extensão própria, o “.xxx”.
A proposta, feita pela ICM Registry, se baseou em domínios específicos de outros segmentos, como a da indústria aeronáutica (.aero) e de movimentos de cooperativa (.coop).
“A decisão deverá trazer benefícios. É um reconhecimento a nossos esforços de seis anos para criar um endereço web específico para o entretenimento adulto online”, declarou o presidente da ICM Registry, Stuart Lawley.
Segundo dados do grupo de estudos Internet Pornography Statistics, mais de 3 mil dólares são gastos com pornografia na Internet a cada segundo, e a palavra “sex” (sexo em inglês) é o termos mais buscado no mundo, representando 25 por cento de todas as buscas na web.
Estima-se que existam cerca de 370 milhões de sites pornográficos na Internet, o que significa que “.xxx” pode se tornar o sufixo mais usado do mundo, talvez até superando o “.com”.
Alguns membros da indústria pornográfica, no entanto, são contrários à utilização do formato, alegando que o sufixo facilitaria a censura e poderia prejudicar os negócios. A direita religiosa norte-americana também é contra a criação do sufixo por razões.

http://info.abril.com.br/noticias/internet/icann-aprova-.xxx-para-sites-eroticos-25062010-29.shl

Sobre Gustavo Lima

- Marketing pela Faculdade Integrada do Ceará; - Especialista em Comércio Eletrônico - Gestão de E-commerce (Internet Innovantion) - Marketing Digital pela Internet Innovation; - Professor das disciplinas Gestão Aplicada e Ética - WebExpert de Google AdWords - Twitter: @gustavolimamkt

Publicado em junho 25, 2010, em e-commerce. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: